quarta-feira, 4 de julho de 2007

Câmara de Carrazeda de Ansiães - pedido de demissão

A Senhora Vereadora Dr.ª Fernanda Natália Lopes Pereira apresentou a demissão das funções de vereadora, cargo que exerceu a tempo inteiro na Câmara Municipal de Carrazeda de Ansiães. Problemas de saúde que se agudizaram são as razões invocadas para este afastamento com efeitos a partir de 1 de Julho de 2007.

10 comentários:

Falcão Peregrino disse...

Como pessoa que também passou "um mau pedaço na vida", sinto-me na obrigação de expressar neste espaço um voto de encorajamento, bem como de agradecimento e elogio à Dra. Fernanda Natália pela forma como exerceu as suas funções de vereadora da Cultura desta autarquia.
Com desejos sinceros de rápidas melhoras e que consiga reunir "Forças Supremas" para ultrapassar os seus problemas de saúde, despeço-me com elevada consideração e estima.
Com um Voo mais ALTO,
Falcão Peregrino

Lampião disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
lampiao disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
lampiao disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Falcão Peregrino disse...

Senhor "Lampião":
Poderá não concordar com a minha opinião… mas uma coisa é certa, terá de a RESPEITAR. Só uma pessoa insensível e "frígida" poderia fazer um comentário deste género.
Porque será, que qualquer acção que venha lá do Alto - Executivo Municipal – tem de ser obrigatoriamente comentado no contexto negativo?
Por ventura já meteu a mão na consciência e procuro lá no fundo do seu íntimo: Que tipo de acções realizou "Para Bem de Carrazeda"? Provavelmente, nem uma! E sabe porquê? Porque certamente apanhou o vírus "da Critica de Soalheiro". Se na verdade for uma das contagiadas e caso esteja interessada em dizimar esta moléstia, não se acanhe, eu tenho o antídoto.
Com um voo "PICADO".
Falcão Peregrino

Hélder Rodrigues disse...

Quando alguém é responsável (ainda por cima, democraticamente eleito) por um cargo público e/ou político, e é forçado a interrompê-lo por circunstâncias que a todos nós acabarão, um dia, por nos atingir (doença), esse alguém deve ser respeitado e até acarinhado, ficando-se "nas tintas" para a ideologia política que preconiza, valorizando sim, a solidariedade humanista, a sensibilidade e o respeito pelo próximo. Por mim, sei que nem sempre estive em desacordo ou em acordo com a actividade sócio-política da ex-vereadora. Por outro lado,, também sei que ela não esteve tempo suficiente para lhe julgar honestamente as competências inerentes ao cargo. Entretanto, pelos contactos que tivemos, fiquei com a firme e sincera convicção de que se trata de uma pessoa séria, honesta e que, por ventura, pretenderia fazer mais e melhor, sem, no entanto, ter condições substantivas para tal(não importa agora aqui, quais).
Assim, aproveito este espaço para desejar que a dra. Fernanda Natália se restabeleça o mais rapidamente possível, para poder dar, agora como cidadã "livre", o seu contributo em prol da cultura carrazedense, que alguns de nós (mal ou bem), sempre procurámos, igualmente, concretizar.

Hélder Rodrigues

RuiCMartins disse...

Inadvertidamente foram eliminados 3 comentários de Lampião.
Uma vez que se tenta que haja o máximo de liberdade de expressão possível e que já existem comentários de resposta que ficariam sem nexo e descontextualizados, reproduzo os comentários eliminados, apesar de não concordar com o seu tom algo exagerado:

Lampião deixou um novo comentário na sua mensagem "Câmara de Carrazeda de Ansiães - pedido de demissã...":
«Sinceramente não concordo em elogiar a vereadora demissionária pela sua obra e pela forma como exerceu o seu mandato.
Toda agente sabe que as questões de saúde são a desculpa oficial. Apesar de infelizmente o seu estado de saúde se ter debilitado, esta não é a principal razão para o seu pedido de demissão.
A verdade é outra. É um aprofundar de uma ditadura que vigora em carrazeda há muitos anos.
Não concordo com o elogio pois a obra que a vereadora cessante deixou é quase nula e não passou de um aproveitar ou um continuar da obra da vereadora que a antecedeu.
Se os problemas da sua falta de poder de decisão a afectaram no exercicio das suas funções,devia tê-lo denunciado antes.
Se os problemas de estar rodeada de "bufo(a)s", que a têm traido e falam mal pelas costas, a levaram a esta situação, devia ter afastado estas pessoas antes (vamos ver quem sai beneficiado(a)!...).
Se a chefe de gabinete mandava mais do que ela, devia ter posto por fim a esta situação
É apenas mais uma concentração de poderes no presidente da camara que exerce o seu mandato de uma forma autoritária e cheia de manobras, que premeia os agentes que manobram e minam o trabalho dos outros. É o triunfo da ditadura!»


lampiao deixou um novo comentário na sua mensagem "Câmara de Carrazeda de Ansiães - pedido de demissã...":
«Que dir� agora a concelhia banana?»

lampiao deixou um novo comentário na sua mensagem "Câmara de Carrazeda de Ansiães - pedido de demissã...":
«Que diz agora a concelhia banana?»

João Lopes de Matos disse...

Acho que Lampião tem todo o direito
de exprimir a sua opinião. Não é insultuoso, não é injurioso.Simplesmente,é contundente.
Pessoalmente,há muito que andava preocupado com a saúde da senhora
vereadora. Pressentia que poderia
chegar a um ponto sem retorno.
Desejo-lhe as melhoras e que tenha
muito cuidado com a sua saúde.
Acho que, enquanto esteve à frente
da cultura carrazedense,procurou
ter uma atitude independente,original, e nada seguidista da anterior vereadora.
Soube introduzir um cunho pessoal
ao seu trabalho. Foi pena ter-lhe
faltado a energia necessária.
Quanto à relação com os outros elementos, parece-me certo que se
ela tivesse a energia que lhe faltava saberia resolver os problemas que se lhe deparavam.
Alguma razão terá Lampião no que
diz. É possível que o sr. Presidente tenha um feitio algo
truculento.
Mas é o estilo dele e, de qualquer
modo,ganhou já várias eleições.
Ganhou. Tem direito de governar.

Anónimo disse...

DECLARAÇÃO
Crescemos um palmo a cada dia.
E desse palmo, plantamos raízes que se espalham no crescimento de cada dia, a cada palmo da outra pessoa.
E, aprendendo connosco, aprendemos com ela…
O mundo reflecte o direito de ser e de estar, na medida em que, de cada palmo de crescimento…faz-nos ser!
A vida tem apenas trilhos.
A nossa razão de existir, é traçar os seus caminhos, dentro de cada passo que damos, de cada passo que nos dão.
E é bem verdade que a mudança assusta...
A facilidade de continuar impõe a resistência do procurar.
E é com pessoas como a Dr.ª Fernanda Natália que outras pessoas resolvem... Aconteceu-me: foi capaz de me fazer acreditar que ainda existem valores e que sonhar nunca foi crime!
Acredito que cada experiência abre as portas da nossa mente!

Para si o que desejo? Todo o bem-estar de uma vida!
Melhore depressa!
Alzira Lima de Jesus Castro Pinto

Anónimo disse...

Declaração II
Sejamos capazes de Personalizar A Pessoa:

Aprendi que mais importante do que o papel em contextos singulares, é o carácter Da Pessoa!
Aprendi que não devemos aproveitar A Pessoa, para atracar o nosso barco naquilo que nos desacomoda!
Aprendi que quando queremos falar do que seja (mas que não seja Da Pessoa), não devemos contagiar a fragilidade Da Pessoa.
Aprendi que o anonimato é um modo muito cómodo de escondermos o que não fazemos.
Aprendi que, para reprovar, já que todos erramos, deveríamos ser omnipotentes.
Aprendi que não somos.
Porém, como aprendi…
…respeito quem não diz ser.

Mas perdoem-me, ainda não aprendi onde ir buscar o entendimento do maldizer por quem não diz…
Alzira Lima de Jesus Castro Pinto