sexta-feira, 13 de julho de 2007

Daqui e dali... Zaratustra

Facto:
"O vereador da Câmara de Setúbal foi condenado a três anos de prisão, suspensa por dois anos, devido a um acidente de trabalho que causou a morte a um trabalhador da Portucel, em Novembro de 2000.
Na altura dos acontecimentos, Paulo Valdez era director dos Serviços de Apoio da Portucel, que integrava o departamento de segurança. O trabalhador morreu na sequência de um atropelamento provocado por um empilhador.O autarca foi condenado pelo não cumprimento das normas de segurança, mas assegurou que já interpôs recurso."
in Correio da Manhã, 28/06/2007


Ficção:
"O Ministério Público, está a investigar a morte de Paulo Peão na sequência de um atropelamento que ocorreu entre as localidades de Cara Azeda e Fonteperto.
Eugrémio Crosta, edil da autarquia, foi constituído arguido por não garantir as condições de segurança aos habituais caminhantes que ali circulam desde que foi feita uma piscina e um parque desportivo na freguesia de Fonteperto.

Paulo Peão, de 13 anos de idade, caminhava na estrada e junto ao lancil do passeio que nunca fora construído, quando foi colhido por uma carrinha de transporte de gado. O motorista, Joaquim Sincero, disse à Bola de Cristal que não se conseguiu desviar porque nesse preciso momento estava cruzar por outra viatura que vinha de frente.

Gabriel Amizade, amigo de Paulo Peão, referiu o seguinte: "Não consigo dormir desde que o Paulo foi atropelado. E não tenho vontade de ir à piscina. Costumávamos ir à piscina a pé. Nas férias de Verão todos os dias fazíamos isso e às vezes íamos jogar ténis ou futebol. Ainda por cima já não tenho com que brincar. Cá no bairro só já há velhotes." Juliana Pedantes, habitante de Cara Azeda, diz que aquela via costuma ser usada por pessoas para prática de caminhadas e que já há muito tempo que deveriam ser criadas condições para lá circular em segurança.

Agosto Fastídio, líder da oposição do executivo camarário, diz ter pedido um estudo a um geógrafo para apresentar como promessa nas próximas eleições. "Pedi a um geógrafo que elaborasse um estudo sobre a criação de uma pista pedonal/ciclopista com um bebedouro e um abrigo no meio do percurso ".

Estudo tardio porque a vida de Paulo Peão, certamente iria fazer falta a uma terra com cada vez menos jovens."
in Bola de Cristal, 32/08/2007

Por ser um assunto demasiado sério, só pela sátira o consegui expressar.
Apelo aos pais para sensibilizarem os filhos dos riscos que correm naquela estrada.

Zaratustra

3 comentários:

João Lopes de Matos disse...

Claro que a Câmara já devia ter
tomado medidas há muito tempo.
Os condutores não têm um mínimo de
cuidado e o perigo é muito elevado.
Também não podemos ficar à espera
de novas eleições. O tempo,mais que
nunca, urge.

Mariana disse...

Parabéns e obrigada. O seu texto não podia ser mais esclarecedor e tocante.

manuel pinto disse...

Até que enfim, aparece alguém a chamar à razão os prevaricadores e irresponáveis dos destinos desta quinta. Parabéns e continua.
Manuel Pinto