quarta-feira, 25 de julho de 2007

Daqui e dali... Vitorino Almeida Ventura

The Bandits – filhos da Terra ou da Nação?

Após as reacções emotivas por parte dos próximos, falei pessoalmente com o Luís Rabaçal e com a Manuela Gonçalves, no sentido de esclarecer alguns pontos da minha crítica - totalmente construtiva.
Aliás, não percebo muito o que nos separa em análise. Se não, vejamos:
Ponto prévio: acho muito-muito bem que a Câmara apoie os projectos locais.
Quando me interpelam onde estou…, respondo que onde sempre estive. Há cerca de dez/quinze anos, no jornal do Pombal, defendi sempre, quando não era moda, que os Zíngaros são uma espécie de ex-libris da Carrazeda, os quais deveriam sempre ser apoiados. (vide Memórias de Ansiães vol. 2). Apoiei
sempre o programa Estilhaços e os Humble Glue, mesmo nos ensaios do Pedro Cordeiro, do Jota, do Milton, etc., fazendo com eles, com o Quim Zé Ribeiro e o Rui Samões a revista "A Palavra é um Vírus"… Mas apoiar, dar o meu contributo ou – como alguém disse – o meu amor, não é entrar na fábula da Águia e fazer de mamã coruja. Assim,
para que os filhos da Terra se cumpram filhos da Nação e ganhem projecção nacional, apontei, em primeiro lugar, o facto positivo de terem crescido e de o seu som parecer mais coeso, mais ligado entre os instrumentistas do que no passado. Não interessa se o baterista se destaca, por isso o não destaquei, pois num grupo só o colectivo importa.
No sentido de contribuir para que passassem a esse nível, achei que deveriam melhorar duas coisas: a espessura da Voz e a qualidade das líricas. Ora,
se lerem com atenção alguns comentários vêem mesmo alguns dos próximos concordarem comigo e acharem «pobres»… as letras. E apresentei uma boa solução. Quanto à espessura da Voz, o que eu disse foi que o vocalista canta bem, no tom, mas falta-lhe expressar os sentimentos: como um actor.
Penso, finalmente, que o salto poderá ser dado se pensarem em ser íntegros e não em venderem cd's, papel que cabe às editoras. Serem inteiros e não pensarem no comércio: isso virá depois, se tiver de vir ou tocarão apenas o que os outros querem, por encomenda social.

Força Bandits!

vitorino almeida ventura

Post Scriptum: O pior público para analisar um grupo são os irmãos, as namoradas e os amigos. Nunca lhes pedi (aos meus) uma opinião que se visse, pois só com uma forte avaliação e auto-crítica nos poderemos desenvolver integralmente.

23 comentários:

para que conste disse...

Li e reli o post que deixou anteriormente e nada mais vi...a não ser uma CRÍTICA, na minha humilde opinião!, CONSTRUTIVA!Chamou-me 'a atenção' pela quantidade de comentários que tinha e achei por bem ler novamente!
Tenhamos a humildade de aceitar uma crítica ainda que se ache, porque não passa de isso mesmo!, que é contrária à nossa visão das coisas. Valeu porque deu para animar as hostes!Afinal sempre há gente com opinião em terras de carrazeda, convém é que não seja contrária...

José António Prestes disse...

Amigo Vitorino... agora toca para mim?!
"O pior público para analisar um grupo são os irmãos, as namoradas e os amigos"
Meu caro amigo, não conhece nada da minha vida, nem nada sobre os meus conhecimentos musicais para proferir tais palavras. Mas vou-lhe contar algumas coisas.

- Sou até agora o único no meio de 4 mil e tal habitantes de Carrazeda de Ansiães que gravou aos "putos", (ainda que em condições minimas), um cd com os originais.
- Insisto para o projecto vá para a frente, mostrando-lhes como "escrever direito por linhas tortas".
- Fui o único até agora a levá-los a uma Editora para tentar negociar uma gravação (em estudio profissional).

Só não faço mais porque não posso. E acredite amigo Vitorino, sou o primeiro a chamá-los à atenção dos erros, (que o diga o Sr. Rabaçal), e não é o Sr. que me vai ensinar como Gravar / Editar e Lançar. Já ando por "estes caminhos" há muitos anos, sei direitinho o que se deve ou não fazer. E se pensa que não é com vendas que se vai p'ra frente... engana-se!, e esse papel não cabe às editoras... até porque hoje em dia há cada vez menos.

Ainda quanto às letras, apresentou a "solução" antes da antes de concordar-mos consigo... gostei, é mesmo assim, sempre um passo à frente.

Finalmente, gostei da sua atitude. Falar pessoalmente com as pessoas para tentar resolver as "coisas" pela melhor forma e colocar um novo um post (explicativo) publico foi uma atitude digna.
Muito mais teria para lhe dizer, mas já deve ter reparado que estes post's e comentários não estão a fazer bem a algumas pessoas nem tão pouco aos "putos". Por isso pedia-lhe Sr. Vitorino... não faça mais barulho!.


Já agora, atravéz de um amigo em comum, tive a oportunidade de ler um pouco de alguns dos seus livros... dou-lhe os meus sinceros parabéns, mas deixe que lhe diga uma coisa...

- tem uma maneira esquechita de esclevel....

José António Prestes

Mariana disse...

".. não faça mais barulho! " é a coisa mais extraordinária que alguém, interessado na promoção de um grupo músical, pode pedir seja a quem fôr!! Se os seus "putos" não aguentam a crítica, então o melhor é mesmo tocarem só para os amigos.As críticas musicais costumam ser bem mais corrosivas que esta que deu origem a tal polémica...
Dizer "não faça mais barulho " é o mesmo que dizer "Eles não interessam a ninguém".

Jose António Prestes disse...

Isto não é barulho... é ruído.

Manuela disse...

Sinceramente, nunca pensei que os "putos" causassem tanto alarido...
Mas é bom sinal. Sinal que afinal fazem, bem ou mal, alguma coisa, mas com vontade de melhorar.
Vamos mas é deixa-los trabalhar e encoraja-los a seguir em frente.
Precisam de apoio e não de desmorlalizações. Estamos cá para os apoiar.
Prestes, Obrigado POR TUDO! É de gente como tu que eles precisam.

Um abraço,

Manuela

Rui Lopes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rui Lopes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rui Lopes disse...

w,

acuso-te de entrares na minha vida pelo som de uma k7 dos U-nu. ^Ainda tinhas cabelo. E rodaste até gastar a fita nos decks na 98.1(havia leitores de cassetes na rádio nessa altura = thecnics, 1998), no "Bairro de lata", no "Jardim das Delícias" Feito por mim e pelo Kim, com o som do Jorge Miguel.

acuso-te de apoiares uma sociedade de pseudo-fanziners (Jota,tu mim, Cordeiro, Kim) e de andar a espalhar o |vírus da palavra| nas cantinas da Universidade de Coimbra.

acuso-te de escreveres as "Memórias de Ansiães".

acuso-te de escreveres "as letras como poesia - o melhor da pop rock em Portugal".

acuso-te de escreveres sobre os escritores de Carrazeda em "Crónicas de Sancho Pança".

acuso-te de não seres "quick reading" no teu estilo ensaio|pop|ficção. É preciso estar farto de ler para te ler com gosto... Talvez por isso ainda não tivesses o destaque que mereces.

acuso-te de seres um dinamizador cultural (não só) na nossa terra.

acuso-te de contribuires para a qualidade cultural de alguns.

acuso-te de andares rodeado de gente como o JP Simões. Tê. Luxuria. Reininho.Etcetera.

...entende uma coisa Vitorino, infelizmente nem sempre a qualidade é premiada.

)por isto tudo és incompreendido(

abraço,
Samões

Luis Rabaçal disse...

Rui, tudo bem que o Sr. Vitorino tem a sua cultura, e admiro esse dom....mas nem todos os dons sao perfeitos, Ja diziam os antigos " Jesus era perfeito e não agradou a toda gente" por isso dos mais queridos que tinha jesus, foi um dos que o traiu!!!!" mano, apenas isto, todas as pessoas erram, e agradeço ao vitorino por ter vindo falar comigo, mas tambem, namorada n tenho, mas tenho imãs pai e mãe, e eles nunca me criticaram....muito pelo contrario sepre me deram toda a força do mundo...sem os nossos pais nem tu nem eu nem ninguem eramos nada nesta vida!!!! abraço!!!

Rui Lopes disse...

Luís,

abraço.

Luis Rabaçal disse...

E agora para a Mariana, é assim o José tem todo o direito em falar assim porque em primeiro lugar foi das pessoas que sempre nos ajudou em tudo...sempre!!! Precisamos de uma maquete...onde estava Carrazeda??? onde estava a Cultura??? E quem apoia a música em Carrzeda??? és capaz de me dizer??? Isto porque de todas as bandas que existiram em carrazeda...diz-me qual teve sucesso!!! tivemos sim o apoio da Câmara municipal que nos cedeu o espaço dos ensaios em conjunto com os Zingaros,e nos proporcionou actuações na feira da maçã e do vinho e esta ultima, que tocamos pouco tempo mas foram as melhores condições que tivemos!!! E desde ja o meu agradecimento á Ana que tambem tem feito muito pela minha banda! Agora, so quem está nelas é que sente na pele, agora quem está de fora...é como se diz no futebol, toda a gente joga bem!!!

para que conste disse...

"Isto" começa a tornar-se ridículo.
Começou com uma má interpretação de uma mera opinião...daí para cá nada mais tem sido que um "lavar de roupa suja" sem nexo!
(Um aparte)...o novo equipamento do Benfica, que por ser cor-de-rosa tanta tinta fez correr...é agora um sucesso de vendas!Pensem nisto...embora pareça nada ter nada a ver com nada!

Luis Rabaçal disse...

AS VERDADES SÃO LIXADAS!!!!

Luis Rabaçal disse...

Quem não sabe do que se trata!!! Que guarde as opiniões para si!!!
aqui na nossa terra são so artistas pá...e todos famosos e cheios de sucesso!!!

The Mystery Artist disse...

Estava curioso para ler o relato da Festa da Juventude, e confesso que fiquei surpreendido pela quantidade de comentários que aqui foram colocados.
Não tive a oportunidade de estar presente no evento (eu próprio estive em concerto com a minha banda pelo Algarve), de modo que tive o cuidado de ler todos os posts antes de me pronunciar.
Não tomarei partido por nenhum dos argumentos que aqui foram sendo esgrimidos, pois respeito as opiniões de todos sem excepção.
No entanto, e na qualidade de músico (ainda que em "part time") não posso deixar de dizer que não é fácil vestir essa camisola no nosso país. Bem sei que é cada vez mais uma verdade de "La Palice", mas só quem anda no meio, é que sente verdadeiramente as dificuldades do ser músico em Portugal.
Por isso, quando uns rapazes do interior do país decidem que querem ser músicos (nem que seja só para ver o que sai) só por isso já tenho de lhes tirar o chapéu.
No entanto, relativamente aos Bandits, sei têm mais ambição. Sei que têm qualidade e sei que têm capacidade para melhorar. Também sei que vão ouvir sempre critícas, pois ninguém está imune. Ninguém!
Embora sejam sempre úteis lições de música e de composição, penso que o maior desafio numa banda é esse mesmo, criar e manter a banda, sempre com o mesmo espírito, sempre com a mesma ambição. Esse sim é o verdadeiro desafio. Os arranjos, os pormenores, as composições cuidadas vêm com o tempo, com a experiência. E essa ganha-se com concertos, ensaios e também com críticas. Tudo passa por um processo normal de crescimento, e os Bandits estão a crescer.
Por isso vamos deixar respirar os rapazes e deixar que eles continuem a promover uma terra cada vez mais esquecida por tudo e por todos.
Eu na minha banda, vou fazendo a minha parte.
Mas o essencial, repito, é manter o espírito e a chama acesa, e nesse campo penso que os Bandits estão a conseguir levar a água a bom porto.
(Quando alguém como eu faz quase 700 Km para promover o EP da banda numa loja FNAC do Algarve, em troca da promoção e de um lanche, penso que está tudo dito...)
mARK

P.S. Parece-me injusto dizer-se que a C.M. de Carrazeda não apoia os projectos da terra. Conheço algumas bandas de Mirandela, e pelo que me dizem e vejo, esses sim são negligenciados.
Eu da minha parte, não me queixo!

Anónimo disse...

quem disse que as bandas de carrazeda nao sao apoiadas? nao vi em lado nenhum, nem nos comentarios nem nos posts.
agora, o grande vitorino devia saber que 90% das bandas nao tem boas letras. mas claro que e melhor ter boas do que mas. e tambem os bandits deviam saber que e melhor ter uma critica do que nenhuma e ninguem falar deles, como o prestes quer. parece-me e que ele quer fazer dinheiro com eles do que trocar amizades. hoje e mais importante uma banda mostrar-se na fnac como fez o mystery artist ou no you tube ou no my space (e ser famoso nest aldeia global)do que se preocupar em vender discos. que se lixe~m os intermediários. do it yorselves!

Jose António Prestes disse...

"anonimo" ahahahahahah tem piada... fazer dinheiro? eheheheheh... se te identificares eu pago-te um copo com o dinheiro que ja ganhei nos bandits.

The Mystery Artist disse...

Só por mera utopia, alguém pode dizer que ganha dinheiro com uma banda de garagem, tal como é a minha ou os Bandits.
Concordo com o anónimo no sentido de que tem que haver muita vontade da própria banda em se auto-promover, em vez de esperar que as coisas aconteçam. Tem acontecido assim connosco. Pode-se fechar uma porta, mas tem-se aberto sempre uma janela. E a verdade, é que após apenas um simples ano desde a criação dos The Mystery Artist, conseguimos gravar um EP com 9 temas com qualidade q.b., tocámos nas lojas Fnac do Porto e Algarve, pelo meio tocámos em algumas salas emblemáticas do país, como o Lounge em lisboa, ou o Blá-Blá no Porto, demos show cases em algumas rádios, através do myspace já vimos o nosso som passar em algumas rádios nacionais e internacionais e tudo com um denominador comum: fomos nós que fomos à procura!
Pergunta: Saíu-nos do bolso e do pêlo? Sim, mas não estou nada arrependido e vou continuar a fazê-lo!
Também já mandamos o EP para várias editoras, mas existe um lobbie tão grande no meio, que sinceramente não tenho muitas esperanças que o EP caia nas mãos certas. Basta ouvir o som que passa na maior parte das rádios deste país...
Pode ser que com tantos conhecimentos, o Sr. Vitorino Almeida Ventura deia uma ajudinha! Venha ela!
mARK

Anónimo disse...

SOU MÃE DE UM MOÇO QUE FREQUENTOU AS OFICINAS DE LETERAS, NA CARRAZEDA ONDE ESTIVERAM CARLOS T, MANUELA GONÇALVES E HÉLDER AZEVEDO. O MEU FILHO FICOU PASMADO COM A CULTURA DO DOUTOR VITORINO (NÃO SEI SE SABIAM MAS O PROFESSOR VITORINO TEM DOIS OU TRÊS CURSOS), POR ISSO PODIAM DOBRAR MAIS A LÍNGUA E TER UM BOCADINHO DE RESPEITO. PASSSAM-SE COISAS COM INTERESSE NA CARRAZEDA, MAS AS PESSOAS IGNORAM E TRATAM COM DESPREZO QUEM TEM MAIS NÍVEL. ASSIM ME ENSINARAM OS MEUS PAIS A RESPEITAR. O SENHOR DA RADIO ANSIAES QUE NEM É DE CÁ DEVIA ESSE RESPEITO E NÃO SE PÔR A FALAR SOBRE O QUE NÃO ENTENDE E A FAZER A RÁBULA DO CHINESINHO LIMPOPÓ. VOCÊ NEM SABE LER. NEM ENTENDEU COISAS TÃO TRIVIAIS PORQUE RAZÃO AS NAMORADAS, OS PAIS E OS AMIGOS SÃO O PIOR PÚBLICO. PORQUE ADORAMOS OS NOSSOS FILHOS E NÃO LHES VEMOS DEFEITOS. E ASSIM NÃO SE PODE PROGREDIR. PARA UM DOS PAIS, O SENHOR ERNANI SOUSA, PELO FACTO DO DOUTOR VITORINO SÓ DIZER BEM E NÃO MUITO BEM DO GRUPO JÁ DEIXA DE TER MÉRITO. MAS O SENHOR ERNÂNI E OS OUTROS PAIS, NÃO SEJAM CÍNICOS, E DIGAM SE OUVEM O TIPO DE MÚSICA DOS VOSSOS FILHOS. SE FOSSEM OUTROS E NÃO OS VOSSOS, QUE COMENTÁRIO FARIAM? nÃO SEJAM CÍNICOS. E SÓ 1 POR CENTO DA CARRAZEDA É QUE GOSTA DA MÚSICA DOS BANDITS.SÓ 1 POR CENTO É QUE TEM MÉRITO? EU NÃO GOSTO. O DOUTOR VITORINO PELOS VISTOS APRECIA.E POR APRECIAR E NÃO SE REMETER AO SILÊNCIO AINDA APANHA POR TABELA.
E O MARK PORQUE LHE NÃO PEDE DIRECTAMENTE QUE LHE DÊ UMA AJUDINHA? AINDA O VI ONTEM POR CÁ.
O MEU FILHO DIZ QUE É MUITO ACESSÍVEL E HUMILDE, PARA A CATEGORIA QUE TEM. E DE UMA VEZ POR TODAS RESPEITEM AS OPINIÕES DOS OUTROS E NÃO SEJAM CÍNICOS. OBRIAGADA.

Anónimo disse...

Nao é preciso escrever aos berros que ninguém aqui é surdo.

"SÓ 1 POR CENTO DA CARRAZEDA É QUE GOSTA DA MÚSICA DOS BANDITS"

Qual é a fonte desse "facto"?

(Aparte: nao tenho nenhuma ligaçao familiar com nenhum dos membros da banda)

Identifiquem-se primeiro disse...

Falou muito bem sim senhor (risos).
Mas explique-me uma coisa:
- Se não se identificou, como é que podemos dar crédito ao seu "desabafo"?

BANDITS disse...

Vamos la n�s mais uma vez!!!
Achamos que isto ja est� a ir longe de mais. E quando toca � familia isso j� � um ABUSO!!! E pessoas que n�o d�o o nome e falam assim, � porque nos respeitam a cara!!!
Este assunto acho que j� estava mais que resolvido! Agora v�m aqui falar de Carlos T, Helder Azevedo, sim senhor, mas teve que ser o senhor Vitorino a trazer c� essas pessoas para dar um pouco de cultura aos vossos filhos!!! Isto porque s� demonstram que nunca sairam de Carrazeda e nem sequer sabiam que essas pessoas existiam!!! Porque para as pessoas daqui, uma viagem no IP4 j� � uma grande aventura!!! A n�s (BANDITS) n�o nos importa se gostam de n�s ou n�o, apenas fazemos aquilo que gostamos seja bom ou seja mau!!! Se o senhor Vitorino tem 1,2,3 cursos, s� lhe gabo tal ideia, tanto que o senhor Vitorino foi HOMEM de vir falar comigo pessoalmente e ficou tudo resolvido!!! Falam do Jos� quase que o comem, n�o sei o porque disso, deve ser por ele n�o ser de c� e nos ajudar, e n�s damos-lhe milhares de euros a ganhar e n�o damos esse dinheiro a pessoas da terra, o dinheiro � tanto que nem sabemos onde o meter!!E em vez de estarem colados no PC a falar da vida dos outros, saiam de casa, que agora at� estao uns dias bonitos!!! Agora s� vou pedir uma coisa, parem com estas conversas da treta e deixem os BANDITS em paz e deixem-se desses ataques pessoais!!! porque no meio disto tudo se v� a cultura das pessoas de Carrazeda. BANDITS

The Mystery Artist disse...

Exma. Sra. Anónima:
Venho por este meio informar Vossa Excelência, que não conheço o Sr. Vitorino Almeida Ventura. Nem pessoalmente, nem de vista. Por e simplemsmente não o conheço. Só por isso, e como pessoa educada que sou, o Sr. Vitorino Almeida Ventura merece-me todo o respeito. Não sei se tem 3 ou 4 cursos superiores. Eu tenho 1 e não sou nem mais nem menos pessoa do que ele, nem do que aqueles que não têm nenhum curso superior!
Se o conhecesse provavelmente já teria falado com ele sim senhora. E não é pelo facto, de segundo a sua perspectiva, ele ser "...MUITO ACESSÍVEL E HUMILDE, PARA A CATEGORIA QUE TEM." mas sim, pelo facto de desde criança, ter aprendido que todos somos iguais e a única vez que um homem deve olhar o outro de cima, é para o ajudar a levantar.
E por aqui me fico.
mARK