sexta-feira, 29 de junho de 2007

VI Festival de Música Medieval



VI Festival de Música Medieval

Carrazeda de Ansiães

7, 8, 14 e 15 de Julho de 2007

http://www.festivalmedieval.sapo.pt/

Organização: Câmara Municipal de Carrazeda de Ansiães

7 comentários:

Pensador disse...

Será que a organização deste festival ainda nao se cansou? Será que ainda nao entenderam que este festival é para meia duzia de pessoas? Bolas... esta dificil! Há tanto onde gastar o dinheiro! Mal por mal, invistam esse dinheiro num bom cartaz para a feira da maçã e do vinho porque ultimamente (e esta é a minha opiniao) tem sido uma desgraça a nivel de musica. Façam um pesquisa na net de certo encontrarão muitos mais artistas/bandas do que as que conhecem.

Mariana disse...

E já agora uns ranchos e porque não o Quim Barreiros.?
Umas novelas também "dão" muito público!
Independentemente da qualidade deste festival em concreto, não podemos avaliar uma iniciativa só pelo número de pessoas na assistência, pois não?

Anónimo disse...

Por amor de Deus deixem que se faça cultura nesta terra.Quem não gosta não é obrigado a assistir. Quim Barreiros e etc. há em qualquer lugar. Por favor não façam só quatro dias, aumentem o programa POIS É FANTÁSTICO.

Pensador disse...

Pois, são opiniões. Desculpem se ofendi alguem, mas sinceramente, e na opinião de muita gente com quem convivo diariamente (e acreditem que é muita gente), nao acho interresante gastarem tanto dinheiro num evento "sem sucesso". Mas tudo bem, que se continue a fazer o festival, eu se puder passo por lá. Já agora, Sabem o que é musica? Não fui eu que falei em Quim Barreiros.

João Lopes de Matos disse...

Realmente é muito duvidoso que tenha algum interesse um festival
deste género.É o oposto do Quim
Barreiros. É uma actividade para
uma minoria que mesmo em meios
grandes é difícil de encontrar.
Não seria mais proveitoso gastar
esse dinheiro na formação musical da juventude?

MANUELA disse...

Relativamente ao Festival Medieval, penso que a iniciativa é boa... Mas penso que os moldes em que é realizado não funciona.
Penso que seria necessário inovar. Por que não, tentar recuperar o castelo, torna-lo apetecivel e não rodeado de ervas daninhas que todos os anos crescem e fazer sim uma feira medieval com assaltos ao castelo, trajes da época... Deixemonos de utopias e comecemos a apostar em actividades que atraiam mais gente.

Manuela Martins

MANUELA disse...

Gostaria de corrigir... Onde se lê "Deixemonos" deve ler-se "Deixemo-nos", peço desculpa.