terça-feira, 19 de junho de 2007

Oficina de Letras - Vitorino Ventura e os Clã

A canção "H2omem" dos Clã tem, desde ontem, quase mais uma centena de fãs. São alunos do 1.º Ciclo do Ensino Básico de Carrazeda de Ansiães. Ficaram rendidos à interpretação a cappella e à encenação do tema, com que Manuela Azevedo, vocalista da banda portuense, os presenteou no final de uma sessão de poesia e explicações diversas sobre o valor da palavra e de tudo quanto se pode fazer com ela.(...)
No domingo, Manuela e Hélder foram os convidados da Oficina de Letras promovida pelo seu amigo e professor Vitorino Almeida Ventura, natural do concelho mas radicado no Porto. Foi uma espécie de mesa-redonda com músicos e autores a debater com o público letras de canções, e que também já contou com a presença do letrista Carlos Tê.
Ao contrário da véspera, Manuela Azevedo confessa que ontem ficou um pouco "atrapalhada" quando soube que ia falar sobre poesia a crianças - e de tão tenra idade. Mas concede que "até correu bem", afinal "eles merecem ser considerados mais interessados do que às vezes se pensa".(...)
Claro que se pensava que ia embora sem cantar um dos clássicos da banda, enganou-se. Os miúdos pediram e insistiram "Cante, cante, cante..."; Manuela Azevedo fez-lhes a vontade, apesar de saber que sente a falta da companhia dos músicos. Pensou na melhor para as condições que o momento exigia. E achou-se a ideal: "H2omem", canção que vive de coreografias sobre uma letra, um número e um corpo. Todos acompanharam. Todos bateram palmas. Todos gostaram. Como bónus do bónus houve ainda outra : poema cantado da "Cultura" de Arnaldo Antunes, o brasileiro dos Tribalistas. Houve perguntas "Também consegue cantar com a boca?" saiu da plateia. "Como?!". (...)
"E quando é que vêm cá tocar a sério?", tornaram eles. Manuela Azevedo anunciou que os Clã voltam - "e todos" - a Carrazeda de Ansiães no dia 31 de Agosto, durante a Feira da Maçã, Vinho e Azeite. Será o segundo concerto da digressão do novo disco, que começa dia 24 do mesmo mês, nas noites Ritual Rock do Porto. Esta foi a primeira vez que Manuela Azevedo participou numa iniciativa com gente tão nova. Gostou da experiência e não excluiu outras. "Sempre que possa não me importa nada. É um privilégio estar com crianças". Sobretudo para falar do prazer da leitura, da escrita e dos sentidos da palavra, à margem da obrigação escolar.
Novo disco sai em Setembro
Acabado de gravar na semana passada, o novo álbum dos Clã estará nas montras no final de Setembro, princípio de Outubro. (...) A seguir vem outra ambição: entrar em Espanha. "Pode ser interessante", ou pode "ser só uma aventura", diz Hélder Gonçalves.» Eduardo Pinto in Jornal de Notícias

2 comentários:

vitorino ventura disse...

Agradecendo ao Eduardo Pinto a referência a minha pessoa, corrijo apenas que sou do concelho, não por ser dele natural, mas por haver costela de minha mãe... Do Pombal. E de minha esposa... De Carrazeda.

Por amor, portanto.

Armanda disse...

OH!! Que inveja. Como eu gostava de ter lá estado. Será que eles não querem vir a Coimbra à escola (EB1) dos meus filhos? No próximo ano lectivo? Quando puderem...
E cantavam 'a corda bamba'.